sexta-feira, 29 de junho de 2012

10 filmes que marcaram minha infância

Boa noite!!!
Gente, fiquei uma semana sem internet, quase morri. Isso porque eu atrasei o pagamento da conta (#PobreFeellings) e nem 20 dias após o vencimento, ela foi cortada, simplesmente. Fiquei furiosa. Primeiro porque a Claro 3G não é lá essas coisas. Isso mesmo! A velocidade é sofrível e vive caindo. Pronto, falei! E aí, sem nem sequer um aviso, eles cortaram tudo de cara. Que raaaaiva!! Pelo menos ela voltou rápido, poucas horas depois de eu pagar. Ahém.

Passado o momento #ALoka do desabafo, hoje preparei um post nostálgico. Reuni 10 filmes que assisti quando criança e ficaram bem marcados na minha memória. Coloquei uma pequena sinopse e algumas informações em cada um, mas já aviso que a maioria deles é médio, bem "Sessão da Tarde" e "Cinema em Casa mesmo". Hehe. Vamos lá? :)

                                             10. - Jovens Bruxas

(Suspense, 1995, Estados Unidos, dirigido por Andrew Fleming.)
Sarah (Robin Tunney) se muda de São Francisco para Los Angeles para começar uma nova vida. Lá conhece Nancy (Fairuza Balk) e mais duas colegas que se dedicam à magia e ao ocultismo. Quando as quatro fazem amizade e começam a praticar magia juntas, desencadeiam um poder que foge do controle, gerando trágicas conseqüências.





Assisti esse filme quando tinha uns 10 anos de idade, e fiquei fascinada. Talvez tenha sido ele que despertou em mim a paixão pelo estudo da magia e do sobrenatural. É um dos mais bem feitos da lista, e tem Fairuza Balk e Neve Campbell no elenco.


                                                 9. - O Anjo Malvado


(Suspense, 1993, Estados Unidos, dirigido por Joseph Rubem.)
Mark Evans (Elijah Wood) é um garoto que vai morar com parentes quando perde a mãe. Lá ele descobre que Henry Evans (Macaulay Culkin), seu primo, tem uma índole extremamente má e até mesmo homicida. Mas como fazer os adultos acreditarem que uma criança possa ser tão perversa?



 Só uma palavra para esse filme: Fooodaaaa! Não me lembro que idade eu tinha quando assisti pela primeira vez, mas ele é assustador mesmo. Quem nunca o assistiu, mas ficou chocado ao assistir A Orfã, saiba que esse do Macaulay é bem mais perturbador. Vale a pena.
 


                                             8. - Monstro do Armário

(Trash/Comédia,1986,  Americano, dirigido por Bob Dahlin.)
Depois de várias pessoas e um cão serem achados mortos em seus respectivos armários, um repórter, seu filho e dois professores investigam o que está por trás dessas mortes.



Esse é de gargalhar. O monstro de fato é horroroso, mas eu tinha uns 4 anos quando assisti, e não tive medo dele. É sério. Os efeitos desse filme são tão esdruxúlos, que hoje nem seria considerado de terror. Vale a pena para conhecer o trash de antigamente, com poucos recursos. E a cena do Samurai chinês destruindo o armário é de cair da cadeira de tanto rir.


                                    7. - Procura-se um rapaz virgem

(Comédia, americando, dirigido por Howard Storm.)
Condessa (Lauren Hutton) é uma vampira de 400 anos que precisa do sangue de um rapaz virgem para se manter jovem e bela. Conhece Mark (Jim Carrey), um rapaz de 21 anos que anseia em transar com a namorada, que se recusa. Após uma noite com Condessa ele não se lembra do que aconteceu, mas passa a se alimentar de carne crua e dormir dentro de um baú.




Sensacional. Quem quer uma comédia com vampiros sem ferir a figura dos mitos, assista esse. É divertido e sem muita pataquada. E ainda tem o Jim Carrey super novinho e gatinho.


                                         6. - Meu Querido Demônio




(Comédia, 1987, Americano, dirigido por Charlie Loventhal.)
O músico de rua Kaz (Scott Valentine) tem uma maldição que o faz se transformar em demônio toda vez que se excita sexualmente. A confusão de sua vida aumenta ainda mais ao se apaixonar por Denny (Michele Little), uma garota que tem dedo podre para escolher homens.




Mais uma comédia que brinca com o sobrenatural de um jeito competente, na minha opinião. Esse me fazia ficar plantada na frente da TV, sem nem piscar. (~le criança estranha~). A cena em que ele se transforma na frente da garota pela primeira vez eu não vou me esquecer nem vivendo mil anos.


                                             5. - Joe e as baratas

(Comédia, Americano, dirigido por John Payson.)
Joe (O’Connel) é um rapaz de Iwoa que se muda para Nova York e só consegue um apartamento horrível, localizado na pior e mais perigosa região da cidade. Com o tempo, ele descobre que o apê está infestado de baratas que cantam, dançam e só querem saber de farra, colocando Joe em uma confusão atrás da outra.


Pura comédia. É mais um que me deixava plantada na frente da TV. O efeito com as baratas
 foi muito bom para a época. Destaco a cena em que elas "consertam" a estufa e deixam tudo lindo, e a cena em que elas caem sobre a garota. Nojinho.


                                                  4. - O Anel do Dragão


(Drama, 1994, Italiano, dirigido por Lamberto Bava.)
O Rei Dragão (Franco Nero) encontra uma bebê abandonada em uma cova de lobos e a adota, lhe dando o nome de Selva (Sophie Von Kessel). Sua filha legítima, a linda Princesa Desidéria (Anna Falchi) sente ciúmes da garotinha, que com o tempo se revela uma bruxa e luta contra a irmã não só pelo reino, como pelo amor do Princípe Victor (Joel Beeson).


Por muito pouco esse longa não foi o meu nº1. Os efeitos não são lá essas coisas, mas vale pelo clima místico, com direito a "Bruxas da Areia" e bonecas que falam, e pela história, que é envolvente. Dá vontade de matar a irmã vadia.


                                     3. - O Brinquedo Assassino

(Terror, Estados Unidos, dirigido por Tom Holland.)
Antes de ser morto em um tiroteio com a polícia, um serial killer utiliza seus conhecimentos de vodu e transporta sua alma para um boneco, que vai parar nas mãos de um menino. O boneco faz várias vítimas, mas é no corpo do garoto que está interessado, fazendo-o correr grande perigo.


Nem tem o que falar do Chucky, né? Classicão. Assisti pequenininha, e não tinha medo nenhum. E lembrando disso chego à conclusão de que não sou lá muito normal, porque o boneco é assustador pra caramba, mesmo. Não culpem à mim, mas à minha mãe, que pôs uma TV no quarto de um quase bebê. :D


                                      2. - Beethoven , o Magnífico

(Comédia, 1991, Estados Unidos,  dirigido por Brian Levant.)
A família Neewton vive em uma casa confortável, mas parece que falta algo, O vazio é preenchido quando eles adotam Beethoven, um filhote de São Bernardo, que traz tumultos, confusões e muita alegria.


Coisa mais linda esse filme, meu amor por ele é imenso! É mais um que dispensa comentários, né? Quem foi que nunca assistiu e se apaixonou por esse cachorrão lindo, babão e incrivelmente leal? :)


                                            1. - A Lagoa Azul

(Drama/Aventura/Romance, Estados Unidos, dirigido por Randal Kleiser.)
Emmeline (Brooke Shields) e Richard (Christopher Atkins) são duas crianças que ficam presas em uma ilha após um naufrágio e crescem lá, descobrindo o amor um no outro da forma mais pura e primitiva possível.



Não adianta, meu número 1 não tinha como ser outro xD. Campeão de reprise na Sessão da Tarde, Cinema em Casa, Tela de Sucessos, etc. Uma curiosidade é que, sei lá porque diabos, eu amava esse filme, mas detestava a sequência dele, o De Volta à Lagoa Azul. Brooke Shields era muito linda nessa época! E até hoje eu assisto de novo quando ele reprisa, não consigo evitar. xD



Fazer esse post foi uma viagem muito divertida no tempo! E percebi duas coisas: A primeira, é que a maioria dos diretores não são lá muito conhecidos, né? Acho que a exceção é o Tom Holland, do Chucky (ou será que eu que sou mau informada?) A segunda coisa, é que meus pais eram pra lá de permissivos. Notaram que o único adequado à minha idade era o Beethoven? E o mais estranho é que eu assistia todos numa boa, sem tremer e sem piscar, e isso com 5,6 anos! Eu, hein... o.O

É isso por hoje, espero que tenham gostado dessa minha lista esdrúxula. Sushuahsuahsuaua! Beijos.

5 comentários:

  1. Olá Lety!
    Tudo bom com vc?
    Nossa ficar sem net é terrível...antigamente eu só conseguia acesar á net á cada 15 dias acredita? Eu sobrevivia não sei como..mas agora que tenho net todo dia ficar sem por 2 dias me deixa louca de verdade ..é um vício kkkk.Bom agora que sua net voltou;.;dê uma pesquisada em Chrono Crusade vale á pena.
    Ah eu entendo seu lance acerca do cosplay e não cosplay da Hinata mas sabe..eu acho que vc deveria fazer o cosplay dela. Não é caro e já vi a roupa para vender na net.
    Obrigada pela preocupaççao com minha mãe! o/
    Agora deixa eu falar da sua postagem!
    Menina desses filmes a maioria eu também assistia quando pequena! Jovens Bruxas é um clássico tenho o dvd aqui em casa..temática adolescente mas as garotas góticas e a música do Morrissey torna tudo ótimo. Chucky é Chucky..a Lagoa Azul ahshashahsahshashahs a marca registrada da Sessão da Tarde! Até hoje fico na úvida se morreram ou não.
    E cara n
    ao acredito..vc conhece Monstro do Armário! Eu adoro esse filme! Quero muito rever! É um clássico do cinema trash/terrir! É insuperável..o monstro éuma mistura de massa com uma boca que tem bicho que nem do Alien..por falar em Alien taí um filme que fez minha infância; a trilogia Alien;.eu tinha uns 4 anos e já amava esse bicho e o Predador kkkkk.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi, Tsu!!!
    Pois é, menina, fiquei uma semana sem net. Hihi.
    Ah,você me deixa super feliz dizendo que eu deveria fazer Cosplay da Hinatinha! Com certeza farei! :)
    Mas e aí, gostou dessa lista esdrúxula? Shsuahsuahsauaua!
    "Monstro do Armário" é demais, né? xD Ô bicho feio! Acho que o Alien é até mais bonito que ele, heuheu'. Mas é um clássicão mesmo. :)
    A maioria desses filmes passava no SBT antigamente,lembra? e "A Lagoa Azul" e "Beethoven" até hoje dão as caras na Globo de vez em quando. E "Jovens Bruxas" é fodástico mesmo, apesar da temática adolescente, ele acaba sendo um filmão.
    Fico chocada ao lembrar que meus pais me deixavam assistir essas coisas. Suhsuahshauaua!

    Beijokas. ;)

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  4. Nossa dessa lista eu assiti poucos e o unico que gosto é do "Beethoven". "Joe e as baratas" pra mi é quase que um filme de terror kkkkk minha irmã que diz "se quiser que a Walesca faça algo, ameace ela com uma barata". E "Chucky" noossa me dava um medo e mesmo assim insitia em assistir, achava sinistro quando tiravam as pilha do boneco e ele continuava funcionado, acho até hoje que essa é a razão de eu não ter tido bonecas com pilhas hsuhaushauhsu.
    "Lagoa Azul" sem comentarios não tenho muita paciencia pra assistir mais de tantas vezes q já vi. Mas o que me intrigou mais foi o "O Anjo Malvado" não sabia que o Macaulay Culkin tinha feito filme de suspense, quanta desinformação minha kskksks. Bom pra terminar, se eu fizesse uma lista com meus filmes seriam bem levizinhos em relação aos seus, nossa seus seus pais são muito mal de deixar vc ver filmes assim kkk seria "esqueceram de mim" kkkk (aquele filme devia ser terror, pq imagina ser esquecido em kza pelos proprios pais? muita maldade gente ksksksks) tá era isso :P

    Beeijos Lety
    By: Waah

    ResponderExcluir
  5. Shsauhsuauuaua!
    Pois é, Waah, meus pais não eram lá muito certos da cabeça. xD
    Aquele "O Anjo Malvado" é massa! Você pesquisou sobre ele? Se puder assiste, vale a pena, é muito cinistro. o.O
    "Beethoven" é tudo de bom <3, e "A Lagoa Azul" eu sei decor e se bobear de trás pra frente, de tanto que assistia quando criança! xD Quanto ao "Chucky", eu realmente não tinha medo nenhum, mas nem a pau deixaria meu filho de 3 anos assistir, como meus pais deixaram. Shsuahshauaua!
    Ah, e "Esqueceram de Mim", eu também assisti muuuito. :D

    Beijokinhas, valeu pelo comentário. ;)

    ResponderExcluir